quarta-feira, dezembro 19, 2018
Gestão

Como fidelizar clientes na minha clínica?

Com o número crescente de médicos no Brasil, a concorrência se torna cada vez maior, e a ideia de cada pessoa ter o “seu” médico fica mais difícil. Então como fazer para fidelizar o seu paciente?

Um conjunto de pequenas atitudes pode fazer a diferença. Quando uma pessoa procura um médico, na maioria das vezes ela se encontra fragilizada. Por isso a experiência de uma visita ao médico deve ser a mais agradável possível, começando pelo agendamento da consulta. Vale a pena investir em treinamento das secretárias para que possam ser gentis e consigam fazer um agendamento rápido. Dependendo da especialidade médica é interessante reservar 1 ou 2 horários por dia para consultas emergenciais, para que pacientes mais graves possam ser atendidos no mesmo dia sem gerar atrasos na agenda.

Os intervalos de consulta devem ser feitos de forma personalizada para cada médico, analisando o tempo médio de novas consultas e consultas com retorno de exames, pois como já comentamos, a pontualidade é importante e atrasos são muito estressantes para os pacientes.

O pré-atendimento dos pacientes deve ser feito em sistema que permita acesso fácil às informações, e que tenha um fluxo de preenchimento baseado na experiência do usuário, pois esses processos de preenchimento de cadastro podem ser bastante demorados dependendo do tipo de programa utilizado.

Esses dados de cadastro devem ser os mais completos possíveis, pois essas informações podem ser úteis para ações de marketing da clínica, como por exemplo o envio de mensagens de aniversário, dia das mães, etc.

As formas de pagamento também podem auxiliar a fidelizar os clientes. Oferecer parcelamento de procedimentos com valor mais alto no cartão de crédito pode aumentar o volume desses procedimentos.

As salas de espera devem ser ambientes acolhedores, e pequenos detalhes fazem toda a diferença. Use uma luz amarela, pinte as paredes com cores relaxantes, coloque quadros e mantenha as revistas atualizadas. A televisão pode ser ruim, pois canais de notícias podem gerar ainda mais estresse. Músicas são uma boa opção, porém devem estar com um volume baixo e serem mais neutras. Oferecer água e chá também torna o ambiente mais aconchegante.

Durante o atendimento médico, criar empatia é fundamental, e isso só se consegue com tempo. Lembrar de dados pessoais, como nome de familiares e profissão ajudam a criar empatia. Apesar da pressão para atender mais pessoas por dia, é preciso gastar alguns minutos para tentar estabelecer uma conexão com o paciente, pois uma boa relação médico-paciente dá segurança ao paciente, e terá um impacto direto na resposta terapêutica.

Ter acesso fácil às informações do histórico médico do paciente também pode fazer a diferença na hora da escolha do médico, pois os pacientes preferem fazer acompanhamento com médicos que conheçam todo o seu histórico.
Fornecer um canal de acesso fácil ao médico também é uma ótima maneira de fidelizar os clientes. Pode-se fornecer e-mail ou número de Whatsapp, que devem ser respondidos diariamente, permitindo que o paciente tire dúvidas sobre medicamentos ou confirme uma consulta. Esse canal também pode otimizar o trabalho das secretárias que podem por exemplo fazer confirmação de consultas e enviar orientações para exames.

Manter-se atualizado é essencial, pois em tempos de “Dr Google”, os pacientes podem facilmente questionar as condutas do médico. Essa maior informação dos pacientes pode ajudar na relação médico paciente, pois um paciente bem informado terá maior consciência sobre a sua doença e as condutas podem ser tomadas de maneira conjunta.

O SantéMed além de fornecer dentro da sua plataforma inúmeras soluções que vão auxiliar você em todo o fluxo de atendimento do seu paciente, também conta com uma equipe que pode fornecer consultoria para a sua clínica, identificando e corrigindo os problemas de processos internos, permitindo que otimize seus resultados financeiros e se preocupe com o que realmente importa: o seu paciente.